A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida - Resenha

by - janeiro 01, 2018

A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida foi um dos livros que eu li em 2017 e eu não lembrava absolutamente nada sobre a história, eu não lembrava nem que tinha lido. Isso não é sobre a qualidade do livro e sim sobre a qualidade da minha leitura. Eu devo ter lido em um momento bem corrido entre uma escola e outra carregada de muito sono e cansaço. Mas o livro é tão bom. É a história de dois amigos de infância destinados a ficar juntos que demoram muito para perceber isso. Fórmula quase infalível. Há o Alex, um professor de inglês que reluta em deixar o ninho, sua pequena cidade e seu pai. Muito parecido comigo, embora eu tenha que dizer que ele é mais feliz na profissão, pudera, eles têm uma espécie de professor auxiliar e diários eletrônicos, acho que não dão uma aula atrás da outra até desmaiar no fim do dia, enfim, ele tem mais motivos para estar feliz. Alex e Holly, Holly e Alex, romance parecido com o de outros livros, são melhores amigos na adolescência, ela é um conforto quando ele perde a mãe, as famílias são amigas, mas se separam quando Holly vai para a faculdade e por um desentendimento não continuam o contato.
Holly é o tipo de garota que queria viajar o mundo, mas está feliz trabalhando como secretária e vivendo um romance secreto com o chefe, Richard. Ela mora em Londres e é muito relutante em voltar à terra natal mesmo com muita insistência da mãe por uma visita. Já Alex consegue deixar o ninho quando o pai resolve vender a casa e ele consegue um emprego em Londres. Ele é o tipo de professor que quer ter alunos problema para que sejam sua missão. Quem vai entender esse cara? 
Em Londres, adivinha, eles se reencontram e retomam a amizade, Holly percebe o quanto ela mudou e se anulou com os anos, como deixou seus sonhos e sua espontaneidade para trás. É não é isso que chamamos de vida adulta?! 
Não dá para escrever mais sem revelar o sinal, A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida pode ser bastante clichê, mas é bem escrito e gostoso de ler.


You May Also Like

0 comentários

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.

Instagram