Um livro cheio de surpresas, romance, reviravoltas, coisas aparentemente inexplicáveis e muitas lágrimas. Essa é a história de Rachel, uma adolescente que um dia está feliz, com seu namorado e amigos e de repente vê toda sua vida se transformar em um pesadelo. Rachel estava em um jantar com os amigos, um encontro antes de todos partirem para a universidade, tudo correndo bem até que um acidente acontece. Eles estão próximos à calçada quando um carro desgovernado se aproxima do restaurante, tudo acontece muito rápido, os amigos conseguem correr, mas ela fica presa, seu namorado Matt pensa em voltar por ela, mas é impedido pela amiga Cathy, é Jimmy que vai ao encontro de Rachel, mas não há tempo para que ambos se salvem. Jimmy morre salvando a amiga por quem ele sempre foi apaixonado, mas não teve coragem e tempo para se declarar, todos seguem a sua vida, menos Rachel, ela fica marcada para sempre pelo acidente.
Rachel vive em um mundo horrível, onde a depressão é sua única realidade, longe dos amigos e vendo o pai sofrer com um câncer, ela nunca entra na faculdade de jornalismo, termina o namoro com Matt, deixando-o livre para Cathy e não se relaciona com mais ninguém.
Mas e se Rachel tivesse outra chance, outra vida? Não é o sonho de muitos de nós viajar no tempo e resolver os problemas de anos atrás? Há coisas que são literalmente irremediáveis, como a morte e só uma solução mágica para resolver. Algo como universos paralelos, viagem no tempo, é isso que Rachel pensa quando acorda e dá de cara com o fantasma de Jimmy e seu pai totalmente curado, ou melhor, ela descobre que o acidente não teve um grande impacto no amigo, o pai nunca ficou doente, ela e Matt nunca romperam, ela fez jornalismo e trabalha com o que ama.
O mundo parece perfeito, mas ela não tem ideia de como chegou nesse país das maravilhas e ninguém entende ou acredita no mundo trágico que só ela recorda. São muitas reviravoltas, o livro é principalmente sobre romance, mas alguns diálogos românticos são previsíveis e a emoção fica por conta de formular teorias junto com Rachel e Jimmy sobre o que está acontecendo com ela. Até que descobrimos... e choramos muito. Aí sim, a parte romântica fica muito interessante e triste.
É muito fácil se apegar ao enredo de Uma curva no tempo, ele é ágil, intrigante e não tem enrolação. Não sei se já há filme baseado nele, mas se não tiver, dará um grande filme, desses de assistir com uma caixa de lenço ao lado.

“Ninguém nunca lhe disse que, quando se cria um mundo de fantasia, ele deve ser melhor que o mundo real... e não mil vezes pior?”

( Uma Curva no Tempo - Dani Atkins)





Pesquisas relacionadas a Uma curva no tempo – Dani Atkins
uma curva no tempo spoiler

uma curva no tempo resumo

uma curva no tempo pdf

uma curva no tempo rachel morre

uma curva no tempo critica

uma curva no tempo sinopse

uma curva no tempo vai virar filme

uma curva no tempo frases


At what Age is Someone Considered a Legal Adult in the US?



The age at which one is considered a legal adult in the US is typically 18. What defines a legal adult is ability to legally work, participate in contracts, vote, marry, give sexual consent, and join the military. Being a legal adult under 21 does not give one the right in most states to purchase alcohol, however.
The age one becomes a legal adult in the US is largely the age at which most children are considered adults in the world. A few countries set this age lower, but in most of the Western world, one is considered an adult at 18.
In some cases, a child under 18 is a legal adult especially for the purposes of marrying or signing contracts, prior to 18. This is rare and tends to occur if a child sues his or her parents for emancipation. An emancipated child is still a “minor,” however, and may not vote until he or she turns 18.
For many parents the term legal adult does not mean their children possess certain adult characteristics. For example, being an adult implies being able to make mature decisions, participate in civic matters, have self-control, and be responsible. Some 18-year-olds simply lack these characteristics and need further time to develop them. It concerns some parents that an 18-year-old can make life-altering decisions, like marrying early or joining the military, which may not have been made with significant forethought.

http://www.wisegeek.org/at-what-age-is-someone-considered-a-legal-adult-in-the-us.htm