Eleanor e Park- Rainbow Rowell

by - novembro 07, 2018



Eleanor e Park é um romance que se passa nos anos 80. Ele é um garoto com uma família tradicional que tem tudo o que precisa, sua mãe é coreana, essa é o único fator que o faz não ser totalmente igual aos outros. Um dia ele conhece Eleanor no ônibus escolar. Eleanor é ruiva, desajeitada, acima do peso, com características de quem sempre sofreu bullying na escola
Eles não se falam logo, mas vendo que os outros não a querem por perto, ele a deixa sentar na cadeira ao lado dele. Como se não bastasse os problemas sociais, Eleanor tem uma família desajustada, já foi expulsa de casa pelo padrasto, um homem que bebe e fica violento com a mãe dela, com ela e com os irmãos pequenos. Eleanor passou um ano morando com outras pessoas até o padrasto a aceitasse de volta.
Eleanor tem que dividir um quarto apertado com os irmãos pequenos, não tem acesso a livros e músicas, eles precisam ficar no quarto para não irritar o padrasto e ela não pode ter roupas ao menos razoáveis, usa roupas de homem e muito grandes, o que a faz passar mais ridículo na escola
Em seus encontros silêncios no ônibus, Park percebe que Eleanor tenta acompanhar os quadrinhos que ele está lendo, então ele passa a emprestar para ela e assim começa uma amizade com base em conversas sobre heróis e músicas. Park apresenta um mundo para Eleanor que nunca poderia usufruir de coisas como as músicas que ele pode ouvir quando quiser.
Isso pode ser estranho para os adolescentes de hoje e era bem assim, eu que cresci nos anos 90 tinha que torcer para as minhas músicas favoritas tocarem no rádio e isso raramente acontecia, mas foi assim que eu conheci as músicas citadas no livro.
Apesar da vida dura de Eleanor, ela é uma menina muito doce, que não acredita que pode ser amada em seu enorme corpo vestida com suas roupas largas.
O livro acerta o tom em cada página, não há uma parte entediante ou desnecessária, é inteiramente bom, melancólico, doce e feliz ao mesmo tempo. É o tipo de livro que faz as pessoas se apaixonarem pelos personagens e desejar que eles existam na realidade. E o melhor de tudo é que eles provavelmente existem, não são pessoas no padrão de beleza dominante, têm seus defeitos e qualidades.
É uma história tão boa que poderia ser real
*
Recomendo: Sim
Classificação etária: 14 anos


* A classificação também é baseada na minha opinião.






You May Also Like

0 comentários

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.

Instagram