Resenha Livro Vai lá e faz - Tiago Mattos

by - março 15, 2019

Livros sobre empreendedorismo
 Livro Vai lá e faz
Muitas pessoas pensam em ter um negócio ou empresa, mas não sabem por onde começar. Muitas pessoas se perguntam como ter negócio online, ser um empreendedor digital. Existem muitas respostas mágicas por aí, mas acredito que todas as melhores respostas estão nos bons livros.
O livro Vai lá e faz promete falar em como empreender, tirar as ideias do papel, é recomendado por muitos blogueiros e pessoas que têm negócios físicos ou online. Apesar disso, uma das primeiras informações importantes que li nele é que talvez não seja uma grande ideia se programar pensando em influenciar na internet, pois já há muitos 'peixes grandes' na área e esse sistema pode estar chegando ao seu limite.
Tiago Mattos começa mostrando pesquisas sobre o perfil do empreendedor. Tudo começa na infância, quem convive com pessoas diferentes, teve uma infância mais dinâmica revela mais jeito para ser empreendedor do que crianças mais reservadas, que não passaram por grandes mudanças.
Também há a influência da família, pais que oferecem segurança e apoio para os filhos em caso de alguns riscos têm mais chance de ter filhos empreendedores do que aqueles pais que aconselham a não correr riscos ou deixam que os filhos se virem, sem oferecer uma rede de proteção, caso necessário.
Mas o importante é, como tirar uma ideia do papel, como começar uma empresa? E a resposta é Vai lá e faz. Claro que ele dá respostas mais técnicas como planejamentos, testes, protótipos, experimentos, mas tudo indica que se você focar muito em estar sempre reelaborando a ideia, as coisas nunca vão sair do papel, então Vai lá e faz.
Alguns conselhos para saber se sua ideia de negócio é uma boa ideia realmente. segundo o livro, você deve se fazer algumas perguntas, como:
"Qual é o problema que você está resolvendo?" 
"Em que situação? Escolha um público-alvo"
 "Como você vai ganhar dinheiro? Evite respostas complexas."
 "O que você vai fazer que ninguém nunca fez? "

O autor do livro demonstra bastante preocupação ética, com relação aos futuros empreendedores terem preocupações com consumismo desnecessário, produtos que podem afetar negativamente o público, sustentabilidade e também é a favor de que o trabalho não seja equivalente à escravidão, ou seja, quem conseguiu ser empreendedor não esperar apenas explorar o trabalho dos funcionários, mas estimular sua equipe e ter uma hierarquia horizontal.
A linguagem e alguns termos podem ser estranhos a quem, como eu, está nas primeiras leituras no ramos, apenas por curiosidade e testando se pode ter uma ideia digna de ir lá e fazer, então tenho ciência de que não aproveitei o livro no seu potencial máximo, mas certeza o livro dá um norte, uma noção de como começar, como se organizar, o que é necessário saber



Quotes:



"as grandes ideias sempre são maiores que as pessoas que as concebem." 

"Se você se preocupar demais com o seu legado, seu trabalho não será sincero. Você só estará pensando no bem do seu próprio nome. É egoísta.
 Dalai Lama"

"Não há mais espaço para o pensamento linear, segmentado, repetitivo e previsível."

"A força da inteligência coletiva e da rede distribuída é avassaladora. Um tsunami que vai desmontar os sistemas hierárquicos e redesenhar o capitalismo que temos hoje."

You May Also Like

0 comentários

Obrigada por visitar meu espaço. Fico muito feliz com comentários, mas apenas sobre a postagem. Opiniões, elogios e críticas construtivas são bem-vindos.
Para outros assuntos, use o formulário de contato.

Instagram